25 de jul de 2007

Deus embaralha, o Destino corta

Eu duvido que Deus jogue dados com o Universo.

Mas falando sério, ao olhar a minha vida, eu tenho a impressão de que rola pelo menos um poquerzinho nos sábados à noite.

Mas nem é isso o que mais me irrita.

O pior de tudo é quando estou finalmente feliz e vem o Destino com aquela proposta.

- O dobro ou nada.
E é aí que eu vejo que Deus, além de não saber quando parar, tem um azar danado com cartas.